ideias trocadas


Lições da vitória de Cunha em 2015

Em 2015, o PT foi incapaz de fazer um acordo com os maiores partidos da Câmara para a eleição da presidência da casa. Resultado:

EDUARDO CUNHA (PMDB, PP, PSD, PTB e PR): 267 votos.
ARLINDO CHINAGLIA (PT, PCdoB, PDT): 136 votos. 
JÚLIO DELGADO (PSB, PSDB, PPS, Rede, PV): 100 votos 
CHICO ALENCAR, do PSOL: 8 votos.

Em 2005, o PT já havia cometido o mesmo erro:

SEVERINO CAVALCANTI (PP): com 300 votos.
LUIZ EDUARDO GREENHALGH (PT): 195 votos.

O PT, ao meu ver, acertou em 2016 ao fazer um acordo e votar majoritariamente em Rodrigo Maia, apoiado também pelo PMDB, PSDB, PSB, PDT, DEM, PCdoB, PPS, contra o candidato Rogério Rosso, do Centrão, o bloco que reúne as forças mais conservadoras e atrasadas do país, formado pelo PP, PSD, PTB, PR e PRB.

Lembro-me de que, na época da ditadura (1964-1985), lutávamos pela “volta das prerrogativas do Legislativo”, entre elas, sua independência em relação ao Executivo.

Acho que as eleições para as mesas diretoras das Câmaras municipais, Assembleias estaduais, Câmara e Senado não devam ser balizadas por alinhamentos aos Executivos, mas obedecendo ao critério de proporcionalidade entre os partidos.

Assim, a última palavra não deve ser dada ao prefeito, ao governador ou ao presidente da República. Mas ao eleitor, que votou e determinou o partido majoritário.

Portanto, mais natural seria PMDB, PT e PSDB, que têm as maiores bancadas no Congresso, entrarem num acordo para escolher os presidentes da Câmara e do Senado, do que qualquer um deles escolha um Severino Cavalcanti da vida. Pode ser bom para derrotar o adversário, mas é ruim para o país e para o processo político geral. Os governos passam, a democracia e os partidos ficam.

Cláudio de Oliveira, jornalista e cartunista.



Escrito por claudio de oliveira às 14h49
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


O cartunista e os poderosos

Tenho dois blogs, um voltado especialmente para cartuns, outro com textos sobre temas diversos. Nem os blogs nem este cartunista receberam qualquer patrocínio dos poderosos de plantão. Nunca recebi um anúncio da Petrobras ou de outra estatal, nem do Banco do Brasil, da Caixa ou de qualquer banco público.

Nem de bancos privados, que foram generosos financiadores de campanha de diversos partidos. Nem das grandes empresas privadas escolhidas para receber gordas verbas do BNDES. Menos ainda das poderosas empreiteiras. (Ver nota 1 abaixo desse texto)

Não sou contra o setor bancário. Acho que os bancos têm um papel importante de intermediação financeira, porém devem ser regulados para servir à produção e não à especulação. Os banqueiros, como qualquer cidadão, têm direito a expressar suas opiniões. E o cartunista é livre para discordar ou concordar com elas. (Ver nota 2)

Não sou contra o investimento estrangeiro no Brasil. A China mostra que ele é importante para promover o desenvolvimento do país. Nunca recebi patrocínio de grandes empresas internacionais. (Ver nota 3)

Fui militante até 1989 do antigo PCB e continuo simpático às ideias de esquerda, porém não de qualquer esquerda, mas daquela que acredita na democracia e no pluripartidarismo. No Brasil e no mundo de hoje, defendo uma regulação da economia de mercado, de modo a combinar eficiência com justiça social. E sou contra a entrega das agências reguladoras a representantes do setor privado. (Ver nota 4)

Continuo fiel aos princípios de quando comecei a fazer charges políticas em 1977 no Pasquim, orientado por Henfil: ser um porta voz dos cidadãos e cobrar dos poderes públicos políticas sociais e a afirmação de valores democráticos e de compromisso com a coisa pública (Res publica). Em 2007, lancei um livro com uma seleção de charges de 30 anos de carreira, nas quais tentei exercitar esses princípios. (Ver nota 5). Baseado neles, continuo a fazer charges que podem ser vistas nos livros eletrônicos que lancei recentemente (Ver nota 6).

Cláudio de Oliveira, jornalista e cartunista.

(1) Doações de campanha somam R$ 1 bi, das quais metade vem de 19 empresas
http://politica.estadao.com.br/…/geral,doacoes-de-campanha-…

PT recebe mais doações que PSDB, PMDB e PSB juntos http://www1.folha.uol.com.br/…/1456159-pt-recebe-mais-doaco…

(2) Não há motivos para tirar Dilma do cargo, diz presidente do Itaú Unibanco
http://www1.folha.uol.com.br/…/1672332-nao-ha-motivos-para-…

(3) Dirceu quer bilionário Carlos Slim como testemunha de defesa na Lava Jato 
http://noticias.uol.com.br/…/dirceu-quer-bilionario-carlos-…

(4) Representante de empresários da saúde é eleito para agência reguladora
http://www.cartacapital.com.br/…/representante-de-empresari…

(5) PIZZARIA BRASIL
http://loja.devir.com.br/pizzaria-brasil-da-abertura-politi…

(6) COMO ESTOU DIRIGINDO?
http://www.saraiva.com.br/como-estou-dirigindo-8364055.html
MENSALÃO, RIR PRA NÃO CHORAR
http://www.saraiva.com.br/mensalao-rir-pra-nao-chorar-88833…
HUMOR DO IMPEACHMENT
http://www.saraiva.com.br/humor-do-impeachment-9374932.html
O CARA E A COROA
http://www.saraiva.com.br/o-cara-e-a-coroa-9380239.html
PAU E CIRCO
http://www.saraiva.com.br/pau-e-circo-9397092.html
Blogs do Autor:
http://chargistaclaudio.zip.net/
http://ideiastrocadas.zip.net/



Escrito por claudio de oliveira às 11h14
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis